• Esporte 23/02/19 | 11:38:45
  • Formado o Consulado da Chapecoense de Capinzal, Ouro e Zortéa
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Rádio Barriga Verde
  • Foto: Rádio Barriga Verde

 


Na noite desta sexta-feira, dia 22, aconteceu no Labarra Gastrobar em Capinzal, o evento de formação de um Consulado da Chapecoense que vai abranger os municípios de Capinzal, Ouro e Zortéa. Na oportunidade foi eleita da diretoria do consulado, que é composta por membros da sociedade.


Até agora, 40 membros o integram este que foi o 25º Consulado criado pela Chapecoense. A diretoria ficou assim composta:


Cônsul: Sergio Durigon
Vice-cônsul: João Alves
Primeiro Tesoureiro: Juliano Klos (Badúio)
Segundo Tesoureiro: Adriano Tessaro
Primeiro Secretário: Luiz Lopes (Nenê)
Segundo Secretário: Kelvis Borges

O novo cônsul da Chape, professor Sergio Durigon, revelou que este é um desafio e a diretoria tem dois anos para implantar de uma forma gradativa e produtiva, as ações que a Chapecoense pode trazer para os três municípios. Ele destacou ainda que a Chapecoense é um exemplo de gestão, uma vez que administra um orçamento de aproximadamente R$ 27 milhões por ano, ou seja, em torno de 15% do orçamento da maioria dos clubes que estão na elite do futebol brasileiro. "Grandes equipes estão vindo para Chapecó e hoje em Santa Catarina, todos tem o seu clube do coração, os torcedores mais próximos do Oestes tem a Chapecoense como primeiro clube, mas, a maioria dos torcedores catarinenses e do Brasil, tem como segundo time, a chapecoense. Até pela história de superação após a tragédia envolvendo a equipe que estava indo disputar a final da Copa Sul-americana e sofreu um desastre aéreo", destacou o professor.

OUÇA:


O evento foi organizado pelo Master Futebol Capinzal e de acordo com o integrante Kelvis Borges, esta é uma boa oportunidade para se trazer para nossa região, um braço das escolinhas que a Chapecoense tem em todo o Estado. São vários os benefícios que o consulado trará para a região de Capinzal. "Através do consulado é possível montar um polo da Chapecoense e também aproveitar as oportunidades e levar pessoas menos favorecidas para assistir aos jogos na Arena Condá. O consulado é uma extensão da Chapecoense, onde os associados tem benefícios como assistir aos jogos da Chapecoense da Série A. Além disso, empresas de Capinzal também podem fazer o cadastro e oferecer descontos para associados. Ainda paralelo a esse projeto, são desenvolvidas ações sociais, como levar pessoas carentes para assistir os jogos do time", informou o esportista.

OUÇA:


Na próxima semana será realizada a primeira reunião de trabalho do consulado, quando serão apontados os primeiros encaminhamentos.

 

comentários