• Geral 09/03/18 | 19:44:32
  • Coordenadora da Defesa Civil participa de videoconferência em Joaçaba
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Rádio Barriga Verde / Alexson Luiz
  • Foto: Rádio Barriga Verde

Ouro - A coordenadora municipal da Defesa Civil de Ouro, Ana Carolina Colombo, conheceu na manhã desta sexta-feira (09) o funcionamento do Sistema de Defesa Civil em Santa Catarina (SisDC). A atividade foi desenvolvida através de videoconferência. Representantes da regional de Joaçaba se reuniram no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (GIGERD) que será oficialmente inaugurado no próximo dia 23.


O Coordenador da regional de Joaçaba, Adair Flamia, recebeu os municípios de Ouro, Catanduvas, Joaçaba e Herval D'oeste que tiveram disponibilidade de participar da conferencia.


O SisDC tem por objetivo facilitar a prevenção e a resposta aos desastres, não apenas na formação de suposições, como um plano de contingência, que é o que deveria acontecer, mas também para registrar o que está acontecendo em tempo real e integrar as informações a nível municipal, regional e estadual, o que torna possível um monitoramento com uma porcentagem baixa de erro e de desencontro de informações.


Foram mais de dois anos de pesquisa e construção do sistema, e, agora inicia um ciclo de testes para analisar a funcionalidade e a facilidade de operação. Conforme o secretário adjunto Fabiano de Souza comentou na videoconferência, esse período deve ser um ano aproximadamente, e a Defesa Civil do Estado espera que todas as sugestões cabíveis sejam feitas, para que o Sistema seja realmente eficaz.


"Como coordenadora municipal me sinto orgulhosa por participar desse marco que é a abertura do sistema, como já ouvi falar muitas vezes por colegas, é um divisor de águas na área de defesa civil, pois encurta a distância entre problema e solução, entre desastre e resposta, minimizando danos materiais e possivelmente salvando vidas no caso de grandes desastres. A visão hoje não é mais a de responder a desastres apenas, e sim a de estar preparado para conte-lo ou minimiza-lo, através de prevenção e treinamentos", comenta Colombo.

comentários