• Geral 13/03/19 | 08:28:43
  • Segundo envolvido em homicídio em clube de Capinzal vai a juri popular
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Rádio Barriga Verde
  • Foto: Rádio Barriga Verde

Capinzal - A Justiça da comarca de Capinzal definiu a data para julgamento do segundo acusado de envolvimento na morte do pintor Elton Jhon Lopes dos Santos, 22 anos. O crime ocorreu por volta da 1h do dia 7 de junho de 2015 na entrada do antigo Clube 100 localizado no Acesso Cidade Alta em Capinzal.

O réu havia sido impronunciado em primeira instância. O Ministério Público apelou e o Tribunal de Justiça determinou que o réu também fosse levado a júri popular, assim como já ocorreu com Diego de Amaral Almeida, que foi julgado no dia 23 de novembro de 2016 e recebeu pena de 14 anos de reclusão em regime inicial fechado. Diego foi o autor dos disparos que mataram a vítima. A defesa de Diego recorreu, mas o TJ manteve a sentença.

Com a decisão do TJ, a justiça local definiu que Giovani Vieira Lopes será julgado no dia 10 de maio, às 9h, no Centro Educacional Prefeito Celso Farina.

Segundo os autos, Giovani teria prestado auxílio material fornecendo a arma de fogo para o atirador que foi ao local do crime acompanhado de um adolescente, por isso o processo tramita em segredo de justiça.

O crime

Enquanto a vítima adquiria ingressos para o baile, Diego chegou armado com revólver e efetuou disparos que mataram Elton Jhon no local. Após o crime Diego de Amaral Almeida fugiu do local. Ele foi preso dez dias depois por policiais civis e militares em cumprimento de mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da Comarca de Capinzal.

comentários