• Geral 07/06/19 | 11:27:43
  • Consumidores reclamam de produtos vencidos e atendimento ao idoso
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Rádio Barriga Verde
  • Foto: Rádio Barriga Verde

Capinzal - O Procon de Capinzal vem recebendo uma série de denúncias em relação a violação do direito do idoso e a venda de produtos vencidos.

O atendimento prioritário ao idoso em instituições públicas é garantido por Lei, mas nem todos respeitam o que é determinado. De acordo com Marizete da Mota, coordenadora do Procon de Capinzal, estão acontecendo violações, pessoas mais novas estão ocupando o lugar do idoso na fila e retirando senhas para o atendimento preferencial.

"O pedido para que seja realizada a fiscalização partiu, inclusive, do Banco do Brasil, que busca seguir a risca a determinação legal do direito do idoso. Já conversei com gerentes de bancos e outras instituições, para que seja realizada uma reunião para conversarmos sobre a situação, já que foram feitas denúncias", explicou a coordenadora.

Outro problema que tem chegado ao Procon são as vendas de produtos vencidos. De acordo com Marizete Mota, a orientação é para que os comerciantes façam a retirada e incineração dos produtos vencidos. "Nós orientamos, mas se houver a reincidência será feita a notificação, já com auto de infração, porque faz parte da legalidade", explica Mota.

A coordenadora também orienta os consumidores para que fiquem atentos a data de validade dos produtos. Se estiver fora da validade, é preciso informar o proprietário do estabelecimento ou ir até o Procon.

comentários