• Polícia 07/02/19 | 09:11:22
  • Homem embriagado insulta policiais durante ocorrência em Capinzal
  • Confusão iniciou após esposa se recusar a fazer sexo com o acusado
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Rádio Barriga Verde
  • Foto: Rádio Barriga Verde

 


No início da madrugada desta quinta-feira, dia 07, a Polícia Militar de Capinzal foi acionada por volta das 00h10min, para atender uma ocorrência de violência doméstica. A guarnição se deslocou até a rua Alaor Gramázio Pereira de Lima em Capinzal, onde conversou com a solicitante, inicias N.D.A que informou que o senhor, P.A.M, havia ingerido bebida alcoólica ao longo do dia e tentou convencer a vítima a manter relações sexuais. Diante da recusa da mulher, o acusado começou a ofende-la, em seguida, ameaçou a solicitante, salientando que a injúria e as ameaças foram na presença de seu filho de 5 anos.


A solicitante pediu para os policiais acompanhá-la até a sua residência para retirar alguns objetos, porque passaria a noite na casa da sua mãe.

A guarnição foi até a frente da residência de P.A.M e tentou verbalizar com o mesmo, ele apresentava-se em um estado deplorável, com a voz arrastada e cabalmente, afirmou que a PM não poderia entrar na casa, que somente com mandado, que a casa onde reside N.D.A é de P.AM, que a polícia não teria permissão para entrar.

A posse não se confunde com a propriedade, sendo autorizada a entrada na residência pela moradora N.D.A que reside na casa dos fundos, passando ao lado da residência de P.AM., ela informou que possui contrato de locação.

P.AM então, iniciou uma discussão com a guarnição PM, desferindo as seguintes frases, "vocês não brinquem comigo " "vocês são policiais burros e ignorantes" "são policiais de merda" "que teria dó de policiais assim" "que não sabe nada da vida" "que iriamos nos encontrar no inferno " "que esse ai nem é policial é um guri de bosta" " amanhã vou na prefeitura e vocês terão a conta" " que amanhã vocês estão fudidos" "vou na delegacia denunciar vocês" "vou na câmara de vereadores pra mandar vocês pra rua" " que vocês são pobres que são mal pagos" "bando de coitados".

A guarnição PM tentando dar voz de prisão para P.A.M , uma vez que incidiu nos crimes de desacato, injúria, difamação e recusou-se a assinar o boletim, a guarnição tentou adentrar na residência, porém, a casa possui grades, e o mesmo trancou-se, impossibilitando a entrada dos policiais.


A vítima informou a guarnição que precisava ir pra casa, pois o filho necessitava trocar as fraldas, desse modo para agilizar o procedimento, não foi cadastrado a testemunha, porém, a guarnição PM informou que N.DA poderia realizar um boletim de ocorrência complementar na polícia civil. Assim, a vítima foi levada para a casa de sua mãe, pela vizinha, uma vez que temia pela integridade física dela e do filho de 5 anos.


Por fim, diante da impossibilidade de conduzi-lo, a guarnição PM confeccionou o presente boletim de ocorrência na modalidade BO-COP, uma vez que a entrada na residência tornou-se impossível.

 

comentários