• Polícia 07/05/19 | 08:30:21
  • Mais um júri popular será realizado nesta sexta-feira (10) em Capinzal
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Rádio Barriga Verde
  • Foto: Rádio Barriga Verde

Capinzal - Será julgado nesta semana o segundo acusado de envolvimento na morte do pintor Elton Jhon Lopes dos Santos, 22 anos. O crime ocorreu por volta da 1h do dia 7 de junho de 2015 na entrada do antigo Clube 100 localizado no Acesso Cidade Alta em Capinzal.

O réu havia sido impronunciado em primeira instância. O Ministério Público apelou e o Tribunal de Justiça determinou que ele também fosse levado a júri popular, assim como já ocorreu com Diego de Amaral Almeida, que foi julgado no dia 23 de novembro de 2016 e recebeu pena de 14 anos de reclusão em regime inicial fechado. Diego foi o autor dos disparos que mataram a vítima. A defesa de Diego recorreu, mas o TJ manteve a sentença.

Com a decisão do TJ, a justiça local definiu que Giovani Vieira Lopes será julgado na próxima sexta-feira, dia 10, às 9h, no Centro Educacional Prefeito Celso Farina.

Segundo os autos, Giovani teria prestado auxílio material fornecendo a arma de fogo para o atirador que foi ao local do crime acompanhado de um adolescente, por isso o processo tramita em segredo de justiça.

O crime

Enquanto a vítima adquiria ingressos para o baile, Diego chegou armado com revólver e efetuou disparos que mataram Elton Jhon no local. Após o crime Diego de Amaral Almeida fugiu do local. Ele foi preso dez dias depois por policiais civis e militares em cumprimento de mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da Comarca de Capinzal.

comentários