• Política 12/09/18 | 08:55:10
  • Câmara de Capinzal rejeita flexibilização da remoção de veículos
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Rádio Barriga Verde
  • Foto: Rádio Barriga Verde

 

Capinzal - A Câmara de Vereadores de Capinzal rejeitou na noite desta terça-feira (11) o projeto de lei de autoria do Legislativo que flexibilizava o guinchamento de veículos irregulares no estacionamento rotativo. O texto recebeu seis votos contrários e dois favoráveis.

No início de agosto o vereador Alcidir Coronetti solicitou o adiamento da votação do projeto por até seis sessões. Nesta terça ele pediu a retirada da bancada e, posteriormente, propôs a retirada do projeto de pauta. Entretanto, o pedido não foi atendido devido à previsão do regimento interno do legislativo.

Votaram contrários os vereadores Alcidir Coronetti, Renato Markus, Carlos Adriano Zocoli, Kelvis Borges,Valmor de Vargas e Lucas Dorini. Favoráveis, Bruno Michel Favero, Rafael Tonial.

Com a rejeição, o sistema administrado pela empresa G2 continua da mesma forma, com os veículos notificados passíveis de serem guinchados, por determinação da Polícia Militar, devido à falta de cartão ou substituição após o vencimento. 

O projeto previa aumento do prazo em uma hora, após a constatação da irregularidade, até o acionamento do guincho. Ainda, os vereadores deram prazo até o final do ano para implantação do sistema digital através de aplicativo de celular.

 

comentários