• Saúde 29/08/18 | 14:01:09
  • Parar de fumar não é fácil, é preciso mudar o comportamento
  • Dia Nacional de Combate ao Fumo
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Central de Jornalismo RBV Rádios
  • Foto: Divulgação/Ilustrativa

Parar de fumar não é fácil, a abstinência causa uma série de irritações como insônia, prisão de ventre, dor de cabeça, irritabilidade e nervosismo. O pneumologista de Videira Eduardo Alves de Araújo, comenta sobre essas dificuldades encontradas pelos fumantes nas primeiras tentativas de deixar o vício.

Araújo destaca que além da dependência química existe o fator psicológico e os hábitos adotadas pelos fumantes.

O pneumologista dá algumas dicas para quem quer parar de fumar.

Embora mais de nove entre dez fumantes no Brasil dizerem estar cientes de que fumar é perigoso, 72% não tiveram sucesso em suas tentativas de parar de fumar.

Além disso, 83% dos fumantes brasileiros relatam que estão "bem informados" sobre o impacto do tabagismo na saúde, 69% disseram que planejam parar e 57% dos que tentaram parar disseram que precisariam de ajuda para conseguir.

Estes são os principais dados de um estudo realizado pela Fundação Para um Mundo Livre de Fumo, divulgado em maio deste ano.
Os resultados da pesquisa reforçam a importância de ajudar os fumantes a ter novas opções para largar o vício e seguir uma vida mais saudável.

Os dados mostram o que já sabemos há décadas, que muitos fumantes têm o desejo de parar, mas não encontram os meios para isso.

comentários